segunda-feira, 25 de maio de 2015

8º Ano OSSOS E MÚSCULOS


Nosso organismo, como o dos demais seres vivos, estabelece relações diversas com o ambiente. Uma das funções que tornam o ser humano capaz de interagir com o ambiente em que vive é a locomoção. Pense na quantidade de movimentos que você realiza todos os dias, desde a hora que em que você acorda até o momento em que vai dormir novamente. Vamos fazer uma breve retrospectiva? Você levanta da cama, escova os dentes, leva os alimentos do café da manhã à boca, mastiga-os, vai à escola, volta, faz ginástica, corre, usa as mãos para segurar algum objeto, passeia, espirra, boceja, empurra e puxa objetos, ensaia passos de dança ao ouvir música, joga basquete e ou pratica outra atividade física...  Nós, seres humanos, bem como os outros animais vertebrados nos locomovemos das mais diversas formas e para os diversos fins. E, para nos locomovermos, usamos o esqueleto e os músculos. Este é tema que será discutido nesta aula: O CORPO EM MOVIMENTO: OSSOS E MÚSCULOS


TRABALHANDO COM TEXTOS

TEXTO 1                                                                   
 Os Ossos
O osso é uma estrutura encontrada apenas nos animais vertebrados, formado por um tipo de tecido conjuntivo (tecido ósseo). É caracterizado por uma matriz extracelular endurecida pela presença de compostos de cálcio em suas estruturas. O conjunto dos ossos de um animal é o esqueleto, que sustenta o corpo e servem de apoio para os músculos, permitindo assim o movimento. Certos conjuntos de ossos protegem alguns órgãos internos, como o crânio que protege o cérebro. Os ossos também possuem relação com o metabolismo do cálcio, e a medula óssea está relacionada com a formação das células do sangue. O estudo dos ossos chama-se osteologia. O esqueleto humano adulto tem normalmente 206 ossos com sua identificação própria, mais um número variável de ossos sesamóides.
 Funções dos ossos:
 Proteção: protege órgãos internos, tais como cérebro e órgãos toráxicos;
 Apoio para músculos, como se fosse uma moldura para manter a sustentação corpórea;
 Produção sanguínea através da medula óssea que está na cavidade óssea;
 Reserva de minerais, principalmente cálcio e fósforo;
 Funcionamento, conjuntamente com articulações, dos músculos esqueléticos e tendões, para permitir o movimento do animal;
 Mantém o equilíbrio ácido-base, funcionando como tampão, absorvendo sais alcalinos; 
Doenças dos ossos

 Os ossos, ou o próprio esqueleto humano, podem apresentar diversas patologias e estão suscetíveis a lesões. As mais comuns são os traumas e as doenças degenerativas como escoliose, lordose, cifose, ou a perda de minerais conhecida como osteoporose.
Tipos de ossos

 Em relação à forma, existem três tipos principais de ossos: Ossos longos, como as costelas, o fêmur, o úmero e outros ossos dos membros; Ossos chatos, como os do crânio e a escápula; Ossos curtos, de forma arredondada ( assemelha a um cubo) possui as três dimensões mais ou menos iguais e só são encontrados no tornozelo(tarso) e punho (carpo). Ossos sesamóides ou supranumerarios, temos com exemplo a patela.Presentes no interior de alguns tendões, que sofram um stresse físico e tensão, como palmas e plantas. Ossos Irregulares, como as vértebras .Fonte de consulta  "http://pt.wikipedia.org/wiki/Osso

Respondam em seus cadernos estas questões:

1) Qual é a definição de osso que aparece no texto?
2) E de esqueleto?
3) Qual é a função do esqueleto?
4) O que é osteologia?
5) Qual o número de ossos que compõem o corpo humano?
6) Liste ossos do corpo humano que vocês conhecem.
7) Quais são as funções dos ossos?

O que pode acontecer com os ossos de uma pessoa caso ela tenha uma alimentaçào pobre em sais de cálcio? Cite exemplos de alimentos ricos nesse mineral.

Os movimentos do nosso corpo são possíveis graças à ação conjunta dos OSSOS e dos MÚSCULOS

TEXTO 2                                                        Os Músculos

Os músculos são os tecidos responsáveis pelos movimentos dos animais, tanto os movimentos voluntários, com os quais o animal interage com o meio ambiente, como os movimentos dos seus órgãos internos, como o coração ou o intestino. O músculo funciona pela contração e extensão das suas fibras. Os músculos são constituídos por tecido muscular e caraterizam-se pela sua contratibilidade. A contração muscular ocorre com a saída de um impulso elétrico do sistema nervoso central que é conduzido ao músculo através de um nervo. Esse estímulo elétrico desencadeia o potencial de ação, que resulta na entrada de cálcio (necessário à contração) dentro da célula, e a saída de potássio da mesma.Os músculos esqueléticos ou voluntários são os órgãos ativos do movimento, transmitindo movimento aos ossos sobre os quais se inserem. Têm uma variedade grande de tamanho e formato, de acordo com a sua disposição, local de origem e inserção e controlam a postura do corpo do animal. O ser humano possui aproximadamente 639 músculos. Cada músculo possui o seu nervo motor, o qual divide-se em várias fibras para poder controlar todas as células do músculo, através da placa motora.

Tipos de músculo.

Existem três tipos de músculo: 1) Músculo estriado esquelético,2) Músculo estriado cardíaco, 3) Músculo liso.
Todos os três tipos musculares têm as seguintes características: Podem contrair-se e encurtar, tornando-se mais tensos e duros, em resposta a um estímulo vindo do sistema nervoso; Podem ser distendidos, aumentando o seu comprimento; Podem retornar à forma e ao tamanho originais. A propriedade do tecido muscular de se contrair chama-se contratilidade e a propriedade de poder ser distendido recebe o nome de elasticidade.
Músculo estriado esquelético

 O tecido muscular estriado ou esquelético é formado por fibras musculares cilíndricas, finas e que podem medir vários centímetros de comprimento. Os músculos esqueléticos possuem uma coloração mais avermelhada. São também chamados de músculos estriados, já que apresentam estriações em suas fibras (fibrocélulas estriadas). São os responsáveis pelos movimentos voluntários; estes músculos se inserem sobre os ossos e sobre as cartilagens e contribuem, com a pele e o esqueleto, para formar o invólucro exterior do corpo.O corpo humano possui aproximadamente 650 músculos esqueléticos.

Papel na saúde e doença

1) Exercício: O esforço excessivo ou movimentações bruscas podem provocar lesões musculares. As mais comuns são: cãibras, cansaço muscular e distensões. Em geral, tais problemas acontecem durante a prática esportiva. A cãibra é causada por contrações repentinas e involuntárias do músculo. Como as outras células, as fibras musculares produzem energia por meio de reações de combustão. Devido a intensa atividade para proporcionar movimento e calor ao corpo, as fibras musculares necessitam de grande quantidade de energia (creatina fosfato, carboidratos, gorduras e proteínas). Em um dos processos do metabolismo energético o organismo produz uma substância denominada ácido lático. Dentro das fibras musculares, o ácido lático impede a renovação da energia necessária para a contração do músculo (cansaço muscular). A cãibra é uma contração espasmódica da musculatura acompanhada de dor intensa. Importante salientar que não é apenas a contração prolongada dos músculos que pode provocar dor. O estiramento excessivo (distensão muscular) também é seguido de intensa dor. Contrações musculares bruscas podem afetar os tendões, resultando, em certos casos, no rompimento da articulação. Quando isso acontece, dizemos que ocorreu uma ruptura de tendão. 2) Doença neuromuscular: As doenças neuromusculares são aquelas que afetam os músculos e/ou seu controle nervoso. Os sintomas destas doenças incluem fraqueza, espasticidade, mioclonia e mialgia. 3) Atrofia Diversas doenças causam uma diminuição da massa muscular, conhecida como atrofia muscular. Alguns exemplos incluem o câncer e a AIDS, que podem induzir uma síndrome chamada caquexia. Distensão É uma lesão no músculo decorrente de um estiramento da musculatura. Distensões ocorrem em todas as pessoas e não apenas em atletas. As atividades diárias podem provocar distensões. Entretanto, pessoas que praticam esportes apresentam maior risco de desenvolver uma distensão muscular.

Respondam no caderno as seguintes questões:

1) Grife no texto cinco informações que você considerou importante sobre os músculos.
2) Explique como acontece a contração muscular.
3) O que é contratilidade e elasticidade?
4) Quais são os tipos de músculos que aparecem no texto?
5) Quais são as implicações de exercícios e para saúde do homem?
6) Grife no texto quais são os efeitos maléficos que os exercícios podem causar à saúde do homem.
7) O que podemos concluir sobre atividades físicas e a saúde do homem?


1
Por que o corpo de Bob é preparado tanto na água como no laboratório? Explique.
2.    Por que no Vídeo 1 o músculo humano é comparado com os modernos motores de automóveis?
3.    Por que os ossos e músculos são importantes para o nosso corpo?
4.    Qual é o peso do esqueleto humano?
5.    Do que é preenchido o núcleo de alguns ossos do corpo humano? Explique.
6.    O Vídeo 2 informa que o esqueleto é renovado a cada 2 anos? Explique.
7.    O que é o líquido sinovial?
8.    Por que o calor precisa ser eliminado pelo corpo?
9.    Por que os exercícios são importantes para os músculos e ossos?

10.  O Vídeo 3 mostra que o músculo do coração é diferente dos outros. Por que?















































JOGOS


http://anatogames.blogspot.com.br/

Nessa atividade da aula, os/as alunos/as devem se  organizarem em seis grupos para acessar a internet  com o intuito de realizar um levantamento de informações sobre os diferentes tipos de doenças dos ossos e músculos.  
Como se vê abaixo, cada grupo ficará responsável por levantar informações sobre um tipo de doença, consultando, para tanto, sites específicos.

GRUPO 1: Osteomielite
Fonte: http://osteomielite.tripod.com/id1.html  acesso feito dia 09/11/2011
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Osteomielite  acesso feito dia 09/11/2011

GRUPO 2: Doença de Paget
Fonte: http://mmspf.msdonline.com.br/pacientes/manual_merck/secao_05/cap_048.html        acesso feito dia 09/11/2011
Fonte:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Doen%C3%A7a_de_Paget_do_osso     acesso feito dia 09/11/2011

GRUPO  3: Osteoporose
Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/16-osteoporose        acesso feito dia 09/11/2011
Fonte: http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?312     acesso feito dia 09/11/2011

GRUPO 4: Raquitismo
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Raquitismo    acesso feito dia 09/11/2011
Fonte:  http://www.infoescola.com/doencas/raquitismo/         acesso feito dia 09/11/2011

GRUPO 5: Miocardites
Fonte: http://portaldocoracao.wordpress.com/2007/12/16/doencas-do-musculo-cardiaco-miocardites-e-miocardiopatias/     acesso feito dia 09/11/2011
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Miocardite    acesso feito dia 09/11/2011

GRUPO 6: Miocardiopatias
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Miocardiopatia     acesso feito dia 09/11/2011
Fonte:  http://portaldocoracao.wordpress.com/2007/12/16/doencas-do-musculo-cardiaco-miocardites-e-miocardiopatias/     acesso feito dia 09/11/2011

Uma vez acessados os sites, os grupos deverão levantar informações sobre cada uma das doenças, mais especificamente no que se refere aos seguintes tópicos:
O que caracteriza a doença pesquisada?
Quais são suas causas?
Quais são seus sintomas?
Como pode ser realizado o tratamento?
É possível preveni-la? Se sim, como?
Com o término da pesquisa, cada um dos grupos elaborar uma apresentação de slides com as informações selecionadas.

Finalizada a montagem das apresentações, os grupos deverão socializá-las com os/as demais.

VAMOS AGORA NOS INFORMAR SOBRE O PERIGO DOS ANABOLIZANTES



http://vidaeestilo.terra.com.br/homem/fitness/caso-netinho-conheca-os-perigos-do-uso-de-anabolizantes,b2aaaa637e2ae310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html


sábado, 16 de maio de 2015

Viagem educativa

A educação que se faz necessária hoje é aquela que ultrapassa os limites da escola, de modo que os alunos percebam a importância desta na sua vida, pois os permitem fazer uma leitura de mundo e interpretar os fenômenos que os rodeiam.
Os alunos do 9º A e B da ESCOLA ESTADUAL JOSÉ GORUTUBA fizeram uma excursão a Gruta de Maquiné.Uma viagem subterrânea em meio às belezas naturais é aventura garantida para quem visita a Gruta do Maquiné, localizada na cidade de Cordisburgo, a 120 km de Belo Horizonte. A caverna, descoberta em 1825, pelo fazendeiro Joaquim Maria Maquiné, o Seu Maquiné, é considerada o berço da paleontologia brasileira e possui sete salões com belíssimas formas arquitetônicas, esculpidas pelo trabalho da água durante milênios.
A exploração científica do local foi realizada pelo dinamarquês Peter Wihelm Lund, quase uma década depois do achado na fazenda de Seu Maquiné. Ele fazia peregrinações pela bacia do Rio das Velhas à procura de espécies de animais e vegetais. Durante dois anos de pesquisa, o botânico e zoólogo descobriram restos humanos e de animais pré-históricos originários do período Quaternário, que corresponde à Era Cenozóica da escala de tempo geológica. Entre eles, esqueletos de aves fossilizadas com curvaturas de até três metros.
A Gruta do Maquiné se tornou ponto turístico da terra do escritor Guimarães Rosa por abrigar, ao longo de 650 metros, belas esculturas naturais e estalactites de diversas formas no teto da caverna. A área aberta para os visitantes, com aproximadamente 400 metros de extensão, é estrategicamente iluminada para realçar as figuras desenhadas pelo tempo. O passeio pela gruta é feito por seguras passarelas e é acompanhado por um guia local.
Os salões e as galerias encantam e provocam a imaginação do turista. No Salão do Urso ou do Elefante, por exemplo, um grande cogumelo lembra o formato da explosão de uma bomba atômica. Já na Galeria das Fadas, é possível encontrar cristais brilhantes, parecidos com franjas, grinaldas e lustres. Depois foram a Belo Horizonte onde conheceram o Museu de Ciências Naturais da PUC MG que visa estimular a formação de uma consciência crítica quanto à necessidade de preservação do patrimônio natural, histórico e cultural do Brasil é uma das missões do museu, criado em 1983 como um espaço interdisciplinar da Pontifícia Universidade Católica (PUC Minas). Suas exposições, pesquisas – em zoologia, paleontologia e biologia da conservação – e atividades educativas e culturais procuram atrair o interesse dos visitantes para as ciências naturais.
O museu abriga um acervo rico de zoologia, uma coleção de paleontologia com mamíferos do Pleistoceno da América do Sul e coleções de vertebrados da fauna atual com anfíbios, répteis, aves e mamíferos. Essas peças são as principais atrações das exposições de longa duração.
O jacaré-gigante (Purussarus brasiliensis) – o maior crocodilo já encontrado até hoje –, répteis voadores e o esqueleto de um dinossauro carnívoro que viveu na América do Sul são alguns dos personagens que frequentam A Era dos Répteis, cujo tema é o domínio desses bichos sobre a Terra.

A história natural de Minas Gerais é contemplada nas exposições Peter Lund: memórias de um naturalista; Cavernas: espaços subterrâneos de vida; Arqueologia pré-histórica mineira; Tatu Gigante (Pampatherium humboldt) – o símbolo do museu e O Cerrado mineiro sob o olhar de Guimarães Rosa. A fauna exótica é explorada nas exposições Elefantes, Ouriço-cacheiro e Baleias.

domingo, 3 de maio de 2015

8º ANO CEC AUDIÇÃO



Saber ouvir é condição indispensável para o sucesso de qualquer profissional. Possibilita fazer mais do que meramente escutar o que os outros estão dizendo. Ouvir com eficácia implica da àquele que fala sua completa atenção somada à sua capacidade de compreensão. Quando ouvimos efetivamente, seremos mais aptos a apreciar as atividades que nossos colegas, parceiros, alunos, professores, etc; desempenha, a maneira como se sentem e por quê. Em casa, por sua vez, estará mais preparado para detectar as expectativas e esperanças de seus familiares, seus temores e suas dificuldades.           
Saber ouvir com eficácia desvenda novos horizontes. É um dos caminhos para toda a aquisição do conhecimento. Entretanto, a maior vantagem de ouvir os outros com atenção é que eles irão ouvi-lo da mesma maneira, como forma de retribuição, e reagirão com interesse quando você estiver falando. Quanto mais você e seu interlocutor souberem ouvir efetivamente, tanto mais terão a ganhar e a aprender. 
POR QUE OUVIMOS?            
Diversas razões levam o ser humano a ouvir:Ø  Desejo de obter informações;Ø  Curiosidade em receber uma resposta;Ø  Interesse em participar da história de outro ser humano:
-  Anseio por ter contato com experiências e descobertas dos outros;
-  Intenção de “Manter-se no controle” (Informação é poder);
-  Desejo de ampliar os próprios horizontes, por meio da aquisição de novos conhecimentos;
-  Necessidade de estabelecer novos relacionamentos;
-  Respeito e desejo de valorização da pessoa do outro.      
Ouvir com eficácia envolve também sensibilidade para perceber outros detalhes em quem fala, tais como: voz, escolha de palavras, tom, ritmo, timbre e a própria linguagem corporal. Desta forma precisamos, em resumo, respeitar os outros e, uma das melhores maneiras de demonstrar-lhes esse respeito é ouvindo-os. Quando ouvimos, ajudamos a estimular sua auto-estima, uma vez que se sentirão mais seguros em relação àquilo que dizem, constatando a utilidade e o valor de suas palavras e idéias. 
DESENVOLVA SUAS HABILIDADES COMO OUVINTE      
Conhecer os principais fatores que afetam a capacidade de ouvir efetivamente serve como base sólida para seu aprimoramento. Apenas sugerimos alguns pontos para que você reflita e possa colocar em prática:
-  Ajudando-se a ouvir
-  Atenção física
-  Atenção psicológica
-  Estimulando aquele que fala
-  Sinais não-verbais
-  Declarações de apoio
-  Repetição de palavras-chaves
-  Declarações ponderadas              
“Um ouvinte ideal é aquele que mantém a mente aberta e interessada. Está a procura de novas idéias aonde quer que vá, somando aquilo que ouve àquilo que já sabe. É um indivíduo perceptivo que se coloca por inteiro naquilo que ouve.Dessa forma, envolve-se pessoalmente com aquilo que escuta...Busca idéias, organização e argumentos sem jamais deixar de ouvir a essência das coisas. Consciente de que não há duas pessoas no mundo que ouçam da mesma maneira, mantém-se mentalmente alerta... É um indivíduo introspectivo que carrega em si a capacidade e o desejo de examinar  com espírito crítico, compreender e tentar transformar alguns de seus valores, atitudes e relacionamentos consigo mesmo e com os outros. Concentra-se naquilo que ouve, nas idéias daquele que fala, mas sobretudo sabe ouvir com sentimento e intuição.” 
Agora vamos aprender a fisiologia da AUDIÇÃO








CONTEÚDO



PERIGOS DO FONE DE OUVIDO